top of page
Buscar

5 estratégias para ENGAJAR na SST!

Atualizado: 21 de fev. de 2023


Acidentes de trabalho são situações terríveis do qual nenhum colaborador ou empresa gosta de enfrentar. Além do transtorno para a saúde física e mental do colaborador, o acidente tem o poder de abalar toda a equipe.


Para evitar este tipo de ocorrência, empresas e indústria buscam desenvolver não apenas políticas internas, mas também, gestão de Saúde e Segurança no Trabalho, complementando as leis trabalhistas que ultimamente estão em atualizações constante.


O problema é que muitas vezes, a empresa faz todo o esforço necessário para evitar a ocorrência de acidentes, entretanto, acaba sofrendo pela negligência de alguns trabalhadores.


Um dos maiores e principais desafios da gestão SST é contextualizar a importância da segurança do trabalho junto aos colaboradores. Segurança do trabalho não é um papel apenas para os integrantes do SESMT, ela é uma engrenagem na qual cada um da equipe possui o seu papel.


Em termos de saúde e segurança no ambiente de trabalho, não há segredos. A empresa deve fornecer os EPIs, realizar o mapeamento de riscos, aplicar as sinalizações e oferecer treinamentos necessários.


Já os colaboradores devem respeitar as regras internas de segurança, utilizar os EPIs para desempenhar as atividades e sempre realizar uma análise e percepção dos riscos de suas atividades.


Por fim, os gestores devem estar alinhados com a política interna de segurança e precisam orientar e cobrar de seus comandados o respeito às regras e o uso dos itens de proteção.

Agora, lá vai uma pergunta.


Como podemos engajar os colaboradores acerca deste tema?

Certamente, essa pergunta já deixou muitos membros do SESMT de cabelo em pé. O fato é que engajar colaboradores em questões relacionadas à segurança do trabalho, passam diretamente pela influência da liderança sobre a equipe. É ela que precisa ser a condutora de forma clara e eficiente para os demais, e saber realizar as cobranças e correções sempre que necessárias.


Veja 5 ações para realizar o engajamento de sua equipe:


1. Propague a sua preocupação: as leis trabalhistas não são apenas regras, elas evitam que acidentes ocorram e que pessoas adoeçam. O líder que consegue transmitir preocupação com o lado humano por trás do colaborador, ganha pontos junto a equipe.


2. Direcione, “não cobre o tempo inteiro”: Não é preciso ser um "chefe" chato que fica gritando a todo momento Cadê o EPI?!Saiba se comunicar, mostre e oriente-os de forma construtiva e educada sobre a importância de seguir as recomendações de segurança da sua empresa.


3. Seja referência: segurança do trabalho é um tema novo para algumas pessoas, desta forma, elas precisarão de alguém que seja referência para esclarecer dúvidas, dialogar e propor ideias. Seja esta pessoa! Dê o exemplo, não descumpra as regras e cumpra os procedimentos de segurança.


4. Compartilhe seu conhecimento: leve para a sua equipe informações e dados importantes. Educar, estimular, desenvolver e orientar é a melhor maneira de evitar problemas. Prepare uma cartilha falando especificamente das normas da legislação e inclua o conteúdo no treinamento. Em vez de apenas citá-las, apresente-as em uma linguagem mais acessível a todos e dê exemplos práticos, isso facilitará o entendimento.


5. Dê Feedback: Depois de realizar todo o processo de engajamento da equipe, chegou o momento de reconhecer quem realmente se engajou. Dê o feedback necessário para a sua equipe. Ter o retorno da pessoa que eles têm como referência, é fundamental para que a motivação permaneça.


Anotou todas as dicas para engajar os colaboradores com a segurança do trabalho? Antes de colocá-la em prática, faça um planejamento para que tudo saia de acordo com o esperado.


Gostou deste post? Compartilhe com seus amigos e ajude a espalhar a palavra!

Clique no botão de compartilhamento abaixo para ajudar outras pessoas a se beneficiarem do nosso conteúdo incrível. Juntos, podemos fazer a diferença!




Lucas Galdino (Um apaixonado por SST)

Engenheiro | Worklover



36 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page